Bem Vindo à Agência da Saúde - 23 de Outubro de 2020 - 20:36

Bem-estar

Esquizofrenia: entenda os sinais e sintomas dessa doença

Esquizofrenia | 18/07/2020 09h 53min

A esquizofrenia é um doença mental que afeta a forma como as pessoas pensam, sentem e percebem o mundo. O sintoma característico da esquizofrenia é a psicose, como a experiência de alucinações auditivas (vozes) e delírios (crenças falsas fixas).

 

SINAIS E SINTOMAS

Os sintomas da esquizofrenia podem ser divididos nos seguintes 4 domínios:

1.Sintomas positivos – Sintomas psicóticos, como alucinações, geralmente auditivas; delírios; discurso e comportamento desorganizado

2. Sintomas negativos – Diminuição do alcance emocional, pobreza de fala e perda de interesses e motivação; a pessoa com esquizofrenia tem tremenda inércia

3. Sintomas cognitivos – déficits neurocognitivos (por exemplo, déficits na memória operacional e na atenção e nas funções executivas, como a capacidade de organizar e abstrair); os pacientes também acham difícil entender as nuances e sutilezas das pistas e relações interpessoais

4.Sintomas de humor – Os pacientes geralmente parecem alegres ou tristes de uma maneira que é difícil de entender; eles geralmente estão deprimidos

 

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, quinta edição, (DSM-5), para atender aos critérios para o diagnóstico de esquizofrenia, o paciente deve ter experimentado pelo menos dois dos seguintes sintomas:

 

•DelíriosAlucinações

•Discurso desorganizado

•Comportamento desorganizado ou catatônico

•Sintomas negativos

 

Pelo menos 1 dos sintomas deve ser a presença de delírios, alucinações ou fala desorganizada.

 

Sinais contínuos da perturbação devem persistir por pelo menos 6 meses, durante os quais o paciente deve ter pelo menos 1 mês de sintomas ativos (ou menos, se tratado com sucesso), com problemas de deterioração social ou ocupacional ocorrendo durante um período de tempo significativo. Esses problemas não devem ser atribuídos a outra condição.

Os medicamentos antipsicóticos diminuem os sintomas positivos da esquizofrenia e previnem recaídas. O tratamento psicossocial é essencial. Os tratamentos psicossociais mais bem estudados são o treinamento de habilidades sociais, a terapia cognitivo-comportamental, a remediação cognitiva e o treinamento de cognição social.

 

Fonte:   Associação Crônicos do Dia-a-Dia

Veja também

Guia da Saúde

Encontre um profisional de saúde pela especialidade, nome ou cidade.