Bem Vindo à Agência da Saúde - 03 de Dezembro de 2020 - 09:48

Bem-estar

O uso do micro-ondas é um perigo para a saúde

Micro-ondas | 00/00/0000 00h 00min

Na vida moderna, o uso do micro-ondas já faz parte do cotidiano da grande maioria das pessoas, passando a ser quase indispensável na cozinha, tanto para cozimento quanto para aquecimento e descongelamento rápidos. Mas por traz dessas “vantagens”, esconde-se um grande perigo. As micro-ondas emitidas pelo aparelho doméstico têm efeitos nocivos para a saúde.

Estudos mostram que a exposição à radiação do micro-ondas e o consumo frequente de comidas preparadas no aparelho causa danos cerebrais permanente ao interferir com os impulsos elétricos do cérebro. Os efeitos da radiação e da ingestão de “comida de micro-ondas” são residuais, ou seja, permanecem no corpo a longo prazo. Dentre os efeitos da exposição à radiação, com a ingestão contínua de alimentos de micro-ondas, estão: perda de memória, dificuldade de concentração, instabilidade emocional e decréscimo na inteligência.

Alimentos aquecidos em micro-ondas causam câncer no intestino e no estômago. Isso pode explicar o rápido crescimento de casos de câncer de cólon nos últimos anos. O consumo prolongado de alimentos aquecidos em micro-ondas faz com que o número de células cancerosas no organismo aumente. A ingestão contínua de alimentos aquecidos em micro-ondas causa deficiências no sistema imunológico por conta de alterações na linfa e no sangue.

Os minerais, vitaminas e nutriente de todo alimento aquecido em micro-ondas são reduzidos ou alterados de forma que nosso organismo receba muito pouco ou nenhum benefício desses alimentos ou, pior ainda, o corpo absorve compostos que não conseguem ser quebrados/digeridos apropriadamente. Consumir alimentos aquecidos em micro-ondas causa perda de memória, concentração, instabilidade emocional e decréscimo da inteligência.

Cinco razões para se livrar micro-ondas

1. O organismo humano não é capaz de metabolizar os subprodutos ainda desconhecidos criados em alimentos aquecidos no micro-ondas.

2. Comer alimentos aquecidos em micro-ondas frequentemente causa, a longo prazo, danos cerebrais permanentes, por conta do encurtamento dos impulsos elétricos no cérebro (despolariza ou desmagnetiza o tecido cerebral).

3. A produção de hormônios femininos e masculinos é diminuída ou alterada quando se come com frequência alimentos aquecidos em micro-ondas.

4. Os efeitos do subproduto dos alimentos aquecidos em micro-ondas  são permanentes e ocorrem a longo prazo no organismo.

5. Os minerais das verduras aquecidas em micro-ondas são alterados e se transformam em radicais livres cancerígenos.

Fonte:   -Maria da Paz Sabino

Veja também

Guia da Saúde

Encontre um profisional de saúde pela especialidade, nome ou cidade.