Bem Vindo à Agência da Saúde - 24 de Novembro de 2020 - 13:22

Nutrição

Estudos mostram que o ovo não é mais vilão

Ovo | 19/05/2013 20h 34min

Acusado por longas décadas de ser o inimigo número um do coração, o ovo agora não é mais vilão. Uma pesquisa americana realizada com um grupo que o consumia e outro não, apontou maior incidência de doenças cardíacas justamente entre as pessoas que não recorriam ao alimento com freqüência, mostrando que o ovo não provoca problemas cardiovasculares. Os principais fatores que causam esse mal são o tabagismo, a obesidade e o sedentarismo.

O ovo é um dos alimentos mais completos que existem. Em relação ao valor nutritivo de sua proteína, só perde para o leite materno, sendo, inclusive, superior ao leite, ao pescado e à carne. O ovo é uma fonte muito rica de energia, possui nutrientes, vitaminas e sais minerais. E, o que é bom demais, uma unidade tem apenas 70 calorias. Claro que, mesmo com estas pesquisas favoráveis ao ovo, não devemos consumi-lo de forma exagerada, pois, como diz o ditado popular, tudo demais é veneno.
 
Diante das boas notícias, o ovo merece entrar no cardápio por ser rico em proteínas que garantem o bom funcionamento do organismo, além de ser fonte das vitaminas A, D, E, K e do complexo B, e minerais como ferro, fósforo, manganês, potássio e ômega 3. Além disso, estudos indicam que esse alimento possui uma substância chamada lecitina, responsável por interferir na absorção do colesterol e impedir que ele seja captado pelo intestino, diminuindo os níveis de colesterol no sangue - exatamente o contrário do que se pensava antes.
 
Como preparar o ovo de forma saudável
Prefira o ovo cozido 
Preparar o alimento cozido elimina as gorduras prejudiciais à saúde presentes no ovo frito. Além disso, ele é menos calórico - um ovo frito tem em média 107 calorias, enquanto o cozido tem cerca de 75. 
 
Acrescente ovos à salada 
Ao acrescentar ovos à salada, enriquecemos o prato com uma fonte de proteínas e ainda tornamos a experiência de comer salada mais saborosa – afinal, é muito comum as pessoas torcerem o nariz para os vegetais. O ovo dá um sabor a mais ao prato.  
 
Use água para fritar 
Ao pensar em fritura, logo vem à cabeça óleos e manteiga - que deixam a preparação mais gordurosa e menos saudável. Até mesmo os óleos vegetais, como os de soja, milho, girassol, oliva e linhaça, não são bem-vindos na frigideira, pois quando submetidos a muito calor, esses óleos se transformam em gordura trans, perdendo todos os benefícios que possuem. 
 
Cuidados com a conservação 
Ao comprar os ovos, o ideal é guardá-los sempre fora das embalagens de papelão, dentro da geladeira e, preferencialmente, na prateleira superior, que é a área mais refrigerada. Também é importante lavar os ovos apenas no momento em que for usá-los, e não assim que chegar do mercado, pois a limpeza destruirá a camada que os protege contra bactérias, deixando-os mais suscetíveis à contaminação.

Fonte:   -Maria da Paz Sabino

Veja também

Guia da Saúde

Encontre um profisional de saúde pela especialidade, nome ou cidade.