Bem Vindo à Agência da Saúde - 24 de Novembro de 2020 - 14:04

Nutrição

O consumo de refrigerantes provoca prejuízos à saúde

Refrigerantes | 02/06/2013 13h 27min

Todo mundo sabe que os refrigerantes fazem mal à saúde, mas por alguma razão continua consumido este tipo de bebida. Motivos para consumi-los não faltam: é gostoso e prático e  você os encontra em qualquer lugar. Porém, seja na versão com açúcar, light ou zero, o consumo de refrigerantes e bebidas gaseificadas é condenado por muitos médicos e nutricionistas. 

Um copo de refrigerante de 200 ml contém duas colheres de sopa de açúcar. O açúcar é um alimento que dá uma falsa informação de que o corpo está recebendo nutrientes, fazendo com que o corpo mobilize uma série de enzimas (feitas a partir de vitaminas) para " aproveitar" a suposta energia vinda do açúcar. Só que o açúcar não tem nada de vitaminas, minerais ou qualquer outro nutriente e isso faz com que o corpo o acumula sob forma de gordura, além de queimar vitaminas e minerais do organismo. Resumindo: o açúcar desnutre e intoxica no lugar de alimentar. 
 
A versão diet ou zero dos refrigerantes costuma oferecer mais cafeína e quanto mais cafeína, mais adrenalina. E para manter níveis adequados de glicemia com tanto estímulo, o cérebro passa a "pedir" mais carboidratos e açúcar, formando um círculo vicioso. Esse tipo de bebida contém vários adoçantes que nada contribuem para nossa saúde, vão provocar a queima de vitaminas e minerais para serem eliminados pelo organismo. 
 
Os refrigerantes diet ou zero contêm ácido fosfórico, que compete com o cálcio reduzindo sua absorção, podendo comprometer a manutenção da massa óssea, o que é péssimo para as mulheres quando chegar à menopausa. Esse tipo de bebida apresenta ainda teor altíssimo de sódio, o que causa retenção de líquidos, elimina cálcio e reduz a disponibilidade de magnésio. A falta de magnésio na circulação leva a maior formação de gordura corporal. 
 
E a água com gás e sabor faz bem ou mal à saúde? O ideal é consumir a água natural, já que tanto a água gaseificada quanto a água com sabor possuem grandes quantidades de sódio na sua composição. Olhe sempre os rótulos antes de consumir qualquer alimento. 
 
Sugestões para reduzir o consumo
Para o bem da sua saúde, o correto mesmo é não consumir ou pelo menos reduzir o consumo destes tipos de alimentos. Apresentaremos algumas sugestões para que você reflita e reduza o refrigerante da sua vida. Primeiro: suba em uma balança e pese-se, descreva como se sente neste dia (disposição física, intestino, pés e mãos, bem estar geral). A partir deste dia, substitua todo o consumo de refrigerante por água, água de coco, suco sem adição de açúcar, chás de ervas, chá de mate gelado. Adoce com stévia para deixá-lo mais saboroso. Após 7 dias pese-se novamente na mesma balança e anote como se sente. Se valeu à pena, continue evitando refrigerantes, deixando para tomar apenas em momentos especiais e nos quais não tem outra opção.

Fonte:   -Maria da Paz Sabino

Veja também

Guia da Saúde

Encontre um profisional de saúde pela especialidade, nome ou cidade.