Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem Vindo à Agência da Saúde - 17 de Outubro de 2021 - 12:37

Univida

Idoso de hoje e de ontem

Terceira Idade | 18/02/2014 13h 58min

A maturidade é um processo natural e encarar o envelhecimento com naturalidade deixa a vida mais leve. Muitos questionam: há diferenças entre o idoso de ontem e o idoso de hoje? A idade em si não apresenta muitas diferenças, porém atualmente os avanços tecnológicos, a medicina preventiva, incentivos à qualidade de vida e até cosméticos ajudam as pessoas a envelhecerem melhor. Tais ferramentas deixam nossos corpos mais preparados para essa fase da vida, que pode ser aproveitada de maneira serena, feliz e ativa. 
 
 
Envelhecer é uma dádiva, pois muitos não conseguem ultrapassar o percurso da juventude, da maioridade e da maturidade e chegar na fase do envelhecimento. Por isso é preciso deixar para trás a ideia que “envelhecer é ruim”. A velhice é um estágio natural da vida, assim como as outras idades e etapas da vivência, e deve ser encarada com otimismo para que se possa enxergar as oportunidades que esta fase oferece – sem sofrimento e lamentações. Há também quem diga que a terceira idade seja a melhor idade, mas o importante mesmo é vivê-la com entusiasmo e buscar harmonia nos vários aspectos da vida. 
 
 
Nem sempre é fácil saber lidar com as mudanças que ocorrem em virtude do envelhecimento. A rapidez para se movimentar já não é a mesma de antes, o período de recuperação de doenças é mais longo e o risco de quedas é maior. Começar a se cuidar desde jovem pode aumentar as chances de uma velhice saudável e mais tranquila, tendo em vista que nunca é tarde para mudar os maus hábitos. 
 
Para viver melhor, com mais saúde e em boa forma, é fundamental buscar o equilíbrio, por isso: 
 
• Alimente-se com moderação, mas não abra mão de, de vez em quando, deliciar aquele bolo que você adora, respeitando sempre as recomendações médicas, se houver. 
 
• Pratique exercícios físicos regularmente, mas sem exageros. 
 
• Fique longe de vícios que podem destruir seu corpo, como o cigarro.
 
• Procure evitar situações de estresse. 
 
Além disso, mantenha-se ativo, descubra novos interesses, encare desafios inéditos, alimente as relações sociais, cultive hobbies e prazeres simples, invista em seus sonhos e aproveite a liberdade que maturidade oferece. 
 
 
Rosângela Guerino Masochini
Mestre em Saúde e Gestão do Trabalho
Professora no Curso de Enfermagem da UFMT/Sinop

Fonte:   -Professora Rosângela Guerino Masochini

Veja também

Guia da Saúde

Encontre um profisional de saúde pela especialidade, nome ou cidade.